Espaço das mulheres, homens, jovens, e da família "Cultura"! Independente de classe, etnia, cor, religião. Que tem o HIP HOP em suas vidas.

FAN PAGE - Doe para o Projeto!

_____________________________

FAÇA DOWNLOAD DO CD REALIDADES GRÁTIS, CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO!

________________________________


BLOG HIP HOP MULHER

NOVO LOGO DO PROJETO!! BEM VINDE 2020

ESSE É O NOVO LOGO DO PROJETO HIP HOP MULHER QUE AGORA RECEBEU O CERTIFICADO DE PONTO DE CULTURA!! 
NO LOGO, PRODUZIDO PELA TURMA DE MARKETING DO MACKENZIE TRAZ UM ÍCONE PARA CADA ATIVIDADE PROMOVIDA PELO PROJETO. CONTEMPLANDO ASSIM, AS VÁRIAS AÇÕES QUE O HIPHOP MULHER PROMOVE!





H²M

LOJA VIRTUAL - PRODUÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E ORIENTAÇÃO.


Você tem algo para vender, alugar, trocar?
Criar a sua loja virtual é fácil, mas requer acompanhamento, 
serviço fotográfico/vídeo de qualidade.
Gostaria de ter a sua própria loja virtual? 
Mas não sabe por onde começar?
Dou o suporte necessário!
Layouts, fotos dos produtos, hospedagem e administração.

Tudo por um valor acessível. Para você comercializar seus produtos pela internet!
Não perca tempo... peça um orçamento já!

Envie mensagem para: artecompersonalidade@gmail.com


Preços promocionais de Ano Novo!

ANÚNCIOS

 +++++

 

 

____________________________

GALERA! Antes de fechar a página, não esqueçam de clicar em SAIR; Pois vocês poderão ter os perfis clonados ou usados de forma indevida.

Qualquer tipo de conteúdo impróprio (pornográfico, homofóbico, racista, lesbofóbico, que conduz à violência, etc), terá seu perfil BANID@ da REDE.

BONDE DA JUJU - Um Funk que não Representa as Mulheres

O que vocês acham, mulheres do hip hop que se utiliza da música para dialogar e expor os problemas vivemos em nossa sociedade incluisve sobre as mulheres, deste tipo de música (FUNK)que tambem dialoga com a juventude em especial as mulheres e que a cada vez esta sendo valorizada pela sociedade machista.

Esse FUNK que não é o FUNK que conhecemos com qualidade e conteudo, deem a opinião de vcs, porque as garotinhas, jovens e adultas se submetem a expor seus corpos e sua sensualidade em prol ao mundo da fantasia sexual dos homens, reforçam nossa imagem como objeto de desejo e de posse, estimulando assim a violência contra as mulheres, exploração sexual infantil e o trafico de mulheres no seu mais alto nivel.

 Meninas, que a cada dia mais acham normal transar sem camisinha, ser mãe na infancia, ser chamada de vadia sem perceber a conotação machista e sexista que a palavra carrega.

Falem ai o qu acham, eu to indignada com os FUNKS sem noção, e nós mulheres na omissão de fazer um rap detonando esses manos.

 

 

Exibições: 369

Responder esta

Respostas a este tópico

então,acredito que qdo existe adesão por parte das proprias mulheres é mais difícil de combater,cito festinhas de criança que acaba rolando os piores.só um adendo,tem funk feito por alguns,com essa roupagem acaba sedo tão legitimo qto do james brown.
Um dos grandes problemas é o uso do ritmo cativante para passar letras que detonam a imagem da mulher, etc. Em todos os espaços, principalmente no sudeste o funk é uma febre.
O que fazer????!!! Temos que combater isso com o próprio ritmo, criando e resgatando músicas que falam de luta e vida digna na favela que fizeram muito sucesso há alguns anos atrás.

Os ritmos que mais são explorados pra passar essa idéia negativa são: funk carioca, forró, axé e rap (de duplo sentido), e por aí vai.... Não fiquemos só no funk, existem letras e músicas com mensagens que fazem sucesso piores por aí....
Ta aih , FUNKS sem noção ... isso é uma vergonha pras mulheres e para o Brasil .No esterior o Brasil é um pais q desvaloriza as mulheres ,varios gringos pensam nas brasileiras como um ato sexsual ,e sabemos q não é bem assim ... mas infelismente estão tornando isso assim .
Muitas vezes passa despercebido por algumas mulheres que se submetem a isso, elas próprias não percebem a forma que estão sendo usadas, não só no funk e na música em geral, mas na publicidade também, nas ações corriqueiras do dia a dia, nas atitudes perante os fatos e relações de gênero e entre outras situações das milhares em que a prática feminista deve ser efetivada para alcançarmos maior valorização como seres humanos que somos.
Acho que neste momento em que a mulher participa e se submete a se expor desta forma é que ela demonstra verdadeiramente que é alienada a falsas ideologias e de papeis sociais que se reforçam culturalmente, e o pior, homens usam isso como argumento para dizer que o feminismo é algo que morreu, pois as próprias mulheres são condizentes a estas situações, não acredito que seja assim, acredito que é preciso mostrar o outro lado da atitude inconsciente de mulheres que agem desta forma, achando ser mais mulher por mostrar sua sensualidade, é preciso mostrar que há outras formas de se ser mulher sem precisar vulgarizar e expor a sensualidade.
Você está preocupada com o Funk? é isso mesmo que eu entendi? Acho que tem coisas mais importante na nossa sociedade pra nos preocuparmos do que o dito funk, aliás essas pessoas que fazem o funk sabemos que são, de onde elas vem, sua origem étnica e de classe, são pessoas parecidas com a gente, que moram em locais zuados e que absorvem a banalidade do mundo burguês que entre outras inclui a mulher como da forma que eles escrevem no dito funk..

Sem limitar a questão vamos chegar num consenso: A RIGOR TODOS OS ESTILOS MUSICAIS SÃO MACHISTAS, PEGA UMA LETRA DO DJAVAN E FAÇA UMA ANÁLISE MINUSSIOSA E VEJA COMO A MULHER APARECE, SÓ QUE NINGUÉM VAI QUESTIONAR ESSA MÚSICA ELITIZADA E SABEMOS O PORQUE..

PRESTE ATENÇÃO COMO QUE O PRÓPRIO RAP TRATA A MULHER, NOMES CONSAGRADOS DO RAP AINDA REPRODUZEM CERTOS ESTEREÓTIPOS PRECONCEITUOSOS EM RELAÇÃO AS MULHERES, PODERIA CITAR AQUI OUTROS ESTILOS, AGORA NÃO ENTENDO O PORQUE SÓ O FUNK DEVE SER COMBATIDO NA SUA VISÃO FABIANA.

ACHO QUE SE FOR SEGUIR A SUA OPINIÃO ESTAREMOS AINDA ATACANDO A PONTA DA CONSEQUÊNCIA, O LADO MAIS ALIENADO DA VIDA, A BANALIZAÇÃO POSTA NESSE RÍTIMO QUESTIONADO POR VC VAI EXISTIR, PORQUE ELA NADA MAIS É DO QUE A PRÓPRIA REPRODUÇÃO DE VALORES CRISTALIZADOS DESSE MUNDO MACHISTA, SERÁ QUE O CAMINHO PARA DETONAR COM ESSES VALORES PRECONCEITUOSOS É COMBATER O FUNK???

SABEMOS BEM QUE ANTES DO FUNK O MACHISMO JÁ ESTAVA MAIS DO QUE CONSOLIDADO NESTE MUNDO, OS ESTUDOS HISTÓRICOS O COMPROVAM, COMBATER O MACHISMO POR ESSA VIA, BATENDO EM CACHORRO MORTO VAI ADIANTAR O QUE? SE FOR PRA FAZER ESSE TIPO DE QUESTIONAMENTO PORQUE VC NÃO INCLUI NA SUA ANÁLISE TODOS OS OUTROS RITIMOS, INCLUSIVE OS QUE EMANAM DA MUSICA ELITIZADA QUE É ACLAMADA ATÉ MESMO POR MUITAS MULHERES, (CITO A MPB QUE DE FORMA POÉTICA, COM UMA ESCRITA SOFISTICADA REFORÇA ESTEREÓTIPOS MACHISTAS).

JÁ SABEMOS QUE "AS IDÉIAS QUE PREDOMINAM NUMA ÉPOCA SÃO AS IDÉIAS DA CLASSE DOMINANTE" (MARX), LOGO SERÁ QUE ESSA VIA DE QUESTIONAMENTO AO FUNK É ATACAR A RAÍZ DA PRODUÇÃO DESSAS IDÉIAS?

SE NÃO FOR FEITA UMA ANÁLISE IMANENTE DA REALIDADE IREMOS FICARMOS PATINANDO E PERDENDO TEMPO COM QUESTÕES QUE NÃO TRARÃO AVANÇAS NA LUTA CONTRA O MACHISMO....

PRESTEM ATENÇÃO COMPANHEIRAS.....

Acredito que o grande problema não está no Funk e sim nas pessoas...

É tudo questão de oferta e demanda.

eles dão aquilo que as pessoas querem consumir, então o problema não está na música e sim nas pessoas alienadas que passam seus dias escultando esses tipos de coisas.

Agente precisa fazer elas entenderem o que faz , a maioria nem liga pra letra só quer dançar , é fod... não percebem o que faz , a dimensão !

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Tiely Queen.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço