Espaço das mulheres, homens, jovens, e da família "Cultura"! Independente de classe, etnia, cor, religião. Que tem o HIP HOP em suas vidas.

FAN PAGE - Doe para o Projeto!

_____________________________

FAÇA DOWNLOAD DO CD REALIDADES GRÁTIS, CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO!

________________________________


BLOG HIP HOP MULHER

NOVO LOGO DO PROJETO!! BEM VINDE 2020

ESSE É O NOVO LOGO DO PROJETO HIP HOP MULHER QUE AGORA RECEBEU O CERTIFICADO DE PONTO DE CULTURA!! 
NO LOGO, PRODUZIDO PELA TURMA DE MARKETING DO MACKENZIE TRAZ UM ÍCONE PARA CADA ATIVIDADE PROMOVIDA PELO PROJETO. CONTEMPLANDO ASSIM, AS VÁRIAS AÇÕES QUE O HIPHOP MULHER PROMOVE!





H²M

LOJA VIRTUAL - PRODUÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E ORIENTAÇÃO.


Você tem algo para vender, alugar, trocar?
Criar a sua loja virtual é fácil, mas requer acompanhamento, 
serviço fotográfico/vídeo de qualidade.
Gostaria de ter a sua própria loja virtual? 
Mas não sabe por onde começar?
Dou o suporte necessário!
Layouts, fotos dos produtos, hospedagem e administração.

Tudo por um valor acessível. Para você comercializar seus produtos pela internet!
Não perca tempo... peça um orçamento já!

Envie mensagem para: artecompersonalidade@gmail.com


Preços promocionais de Ano Novo!

ANÚNCIOS

 +++++

 

 

____________________________

GALERA! Antes de fechar a página, não esqueçam de clicar em SAIR; Pois vocês poderão ter os perfis clonados ou usados de forma indevida.

Qualquer tipo de conteúdo impróprio (pornográfico, homofóbico, racista, lesbofóbico, que conduz à violência, etc), terá seu perfil BANID@ da REDE.

Canção Do Verbo Encarnado * Antonio Cabral Filho - Rj

Canção Do Verbo Encarnado
***
Minha geração foi assim,
começou pelo quando
e acabou pelo fim.
 
O amor escorreu pelos cantos
e quando cantamos
a canção do amor armado,
 
Thiago de Melo estava em Berlim
mergulhado no verde dos olhos
da alemãzinha da ACNUR ,
 
nossa orquestra saiu de cena
e nossa guerra de guerrilhas
acabou no maior calor...
 
O suor que expelia seu odor
era o suor frio dos tiranos
nos porões mórbidos da ditadura
executando nossos irmãos.
 
O ar jazia cheio de sangue
e nós estávamos congelados
nas câmaras de gás dos IMLs.
 
Vínhamos de todos os lados,
desde os vales profundos do Ribeira,
das chapadas mais íngremes do Araguaia
ou dos guetos subumanos da urbe.
 
Éramos nós o odor de fumaça
que agredia as narinas alheias
com a catinga de carne queimada.
 
Éramos nós o encanto das canções de protesto
cantadas na avenida com euforia
para engendrar os projetos do futuro,
 
como somos nós os ignorados da história,
os estranhos dos comícios,
a cadeira vazia das reuniões oficiais,
 
pois somos nós que chegamos e partimos
sem ninguém saber quem somos
e que vamos lá adiante,
 
distantes da balburdia alienante
e quando vós menos  esperais
somos nós que nos imolamos 
às vossas portas
contra a apatia com que nos matais.
 
Como todos vós podeis ver,
a minha geração é assim:
começa pelo quando 
e acaba pelo fim,
mas não fica à toa na vida
pro seu amor lhe chamar
e ver a banda passar
tocando coisas de amor...
***

Exibições: 13

Comentar

Você precisa ser um membro de HIP HOP MULHER para adicionar comentários!

Entrar em HIP HOP MULHER

© 2020   Criado por Tiely Queen.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço