Espaço das mulheres, homens, jovens, e da família "Cultura"! Independente de classe, etnia, cor, religião. Que tem o HIP HOP em suas vidas.

FAN PAGE - Doe para o Projeto!

HIP HOP MULHER INDICA

_____________________________

FAÇA DOWNLOAD DO CD REALIDADES GRÁTIS, CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO!

________________________________



JÉSSICA BALBINO

BLOG HIP HOP MULHER

MOSTRA DE CINEMA E VÍDEO e MOSTRA COMPETITIVA ON LINE! MÊS DO HIP HOP SP


No mês de março 2016... 
A cidade de São Paulo receberá inúmeras atividades de Hip Hop, em vários bairros inclusive no Centro.
Uma das atividades será a 
1ª MOSTRA DE CINEMA E VÍDEO HIP HOP SP 
em vários locais com entrada gratuita.
Além da mostra, também acontecerá pela internet a 
1ª MOSTRA ONLINE COMPETITIVA 
DE VIDEOCLIPES HIP HOP SP.
Para participar basta preencher a inscrição online e enviar seu clipe de hiphop!


H²M

LOJA VIRTUAL - PRODUÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E ORIENTAÇÃO.


Você tem algo para vender, alugar, trocar?
Criar a sua loja virtual é fácil, mas requer acompanhamento, 
serviço fotográfico/vídeo de qualidade.
Gostaria de ter a sua própria loja virtual? 
Mas não sabe por onde começar?
Dou o suporte necessário!
Layouts, fotos dos produtos, hospedagem e administração.

Tudo por um valor acessível. Para você comercializar seus produtos pela internet!
Não perca tempo... peça um orçamento já!

Envie mensagem para: artecompersonalidade@gmail.com


Preços promocionais de Ano Novo!

ANÚNCIOS

 +++++

 

 

____________________________

GALERA! Antes de fechar a página, não esqueçam de clicar em SAIR; Pois vocês poderão ter os perfis clonados ou usados de forma indevida.

Qualquer tipo de conteúdo impróprio (pornográfico, homofóbico, racista, lesbofóbico, que conduz à violência, etc), terá seu perfil BANID@ da REDE.


_______________________________________________________________________________________________
O texto que se segue foi feito em devolutiva após assistir o vídeo pela Rosineide (Rosí- FONAJUNE/Guarulhos
Vice-Presidente Conselho Municipal de Juventude).
Leiam...


interessante esse vídeo e antes de falar o que penso, me surgem algumas dúvidas:

Quem produziu esse vídeo?
O que querem mostrar com esse vídeo?
Porque apenas crianças negras aparecem no vídeo?
O que pensa as crianças brancas sobre as bonecas?


Quando digo no começo da mensagem " interessante esse vídeo" falo no sentido de trazermos a discussão a questão racial com suas verdades e mitos. Antes de muitos falarem: "... negros são mais racistas do que brancos com os próprios negros..." vamos tentar entender porque crianças e adultos negros como essas do vídeo têm em mente esse tipo de idéia em relação a brancos e negros.

Como percebemos se trata de um vídeo americano, mas faremos uma leitura tendo em mente nossas crianças negras brasileiras:

Em fase de formação antes de ir à escola a criança negra é bombardeada de informações positivas com imagens de crianças brancas, essa criança negra tem 4,5 ou 6 anos de idade, desde seus primeiros anos sempre ganha bonecas brancas em seus aniversários, os personagens e bonecos super heróis também são brancos, as crianças "belas e felizes" que fazem "lindos e felizes comerciais" televisivos para manipular telespectadores infantis na industria do consumo são crianças "belas, lindas, felizes e brancas", essas crianças negras com 4,5 ou 6 anos de idade já está acostumada ouvir "elogios" das mães brancas vizinhas de sua mãe e na escola de sua professora, coordenadora e diretora dizendo: "...essa criança é pretinha mas, até que é bonitinha...", "... é pretinha mas até que é limpinha e boazinha..." ou justificando para outra vizinha branca "... deixo meu filho brincar com essa criança mas até que esse daí nunca roubou nada..."

Agora estamos com a criança negra em seus primeiros anos da pré-escola, o que elas vêem e aprendem? As princesas das histórias são brancas, os príncipes são brancos e possuem olhos azuis, na festa junina a noivinha sempre é branca, casal primavera é branco, as professoras só passam a mão e penteiam os cabelos lisos das crianças brancas. Ah tem personagens pretos; o saci-perêre, um negrinho, entidade, espírito sei lá o que? Sempre aparece do nada como um “trombadinha” fumante, deficiente físico que assusta as pessoas, tem a tia Anastácia a preta, boazinha, cozinheira subserviente (não tem história, não tem família, não tem passado...), cozinheira de mãos cheias mas quem leva a fama e “inclusive o nome da farinha de trigo” é a dona Benta... Ah temos também o Negrinho do Pastoreio (nem é preciso descrever, ouvindo uma história dessas, qual criança vai assumir-se preta?)

Agora a criança negra está passando pelos estágios da escola e aprendendo muito e nada ao mesmo tempo. Sem ter referências para se identificar passa ser figurante e espectador ao mesmo tempo de um circo que para muitas crianças negras é de horror. O que assiste nesse circo? Todos acham a garota branca a mais bela da escola (inclusive os professores) essa criança preta começa levar alguns apelidos racistas: macaquinho fedido, preta feia, pneu, frango de macumba... e muitos outros que as professoras escutam e fingem não ouvir. Na sala de aula: Livro de matemática com figuras e desenhos com crianças brancas. Livro de biologia a família que descreve a árvore genealógica é branca, Disciplina de história... (com muitas reticências)...

Na disciplina de história será que essa criança vai se encontrar? Identificará com algum personagem? Encontrará algum herói? Saberá de sua origem?
Começa aprender sobre costumes e história de portugueses, italianos, holandeses, espanhóis...
Os europeus “se deram bem” no Brasil, tomaram e “ganharam” terras e fizeram suas riquezas, mantiveram e impuseram sua religião, costumes, “personagens”, manteram também seus nomes e árvore genealógica...

Aprende a versão branca da história preta.

A história do negro começa em um navio. Antes do navio não conhece sua origem, seu passado, seus costumes, suas danças, religiões, arte, língua, dialeto, poetas e poesias, filósofos, não sabe quais foram os personagens que fizeram a história em seu continente africano, quem foram os reis e rainhas e qual o nome e sobrenome que dá origem à sua árvore genealógica...

Muitas coisas não aprende e muito menos compreende.

Percebe que de seu povo foram trazidos como “coisas” dentro de um navio, mulheres negras foram violentadas, foram feitos escravos, separam famílias tirando os filhos, rasgaram os documentos negando-lhes os nomes, usaram suas forças construindo as fortalezas e riquezas (para os brancos que ditavam as regras e inclusive diziam o que era corretamente moral e de bom costume)...


Algumas reticências até chegar em 13 de maio 1888. (... parênteses com mais reticências...) Chegamos em 2008 como ano em que marca os 120 anos da abolição da escravidão no Brasil, que o Senador Paulo Paim intitulou de “Ano Nacional dos 120 anos da Abolição não conclusa”. Por que Abolição não conclusa? Os negros foram libertos apenas no papel, o racismo e a intolerância continuaram e perduram até os dias de hoje, abriram as portas das fazendas e colocaram os negros na rua para viverem sem eira e nem beira, esses negros não foram indenizados e nem ressarcidos pelos serviços prestados e direitos violados. Com essa falsa abolição foi instalada no Brasil uma praga chamada de “Mito da Democracia Racial” onde muitos afirmam que não existe racismo, essa praga mascara o racismo existente em nossa sociedade.


Na escola querem que a criança preta comemore 13 de maio, e fiquem em casa no dia 21 de abril e não ensinam a importância de termos 20 de novembro como feriado nacional.

Percebendo que na escola o negro não se identifica na história e não se vê na “História”. Entendendo todas as angustias e a má formação educacional dessa criança negra que “admira a boneca branca” o presidente Lula em diálogo com movimentos negros assina a Lei 10.639/03 que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir a obrigatoriedade da temática “História e cultura Afro-Brasileira” no currículo oficial de toda rede de ensino.

Acredito ser importante abrirmos um debate colocando em pauta as questões raciais no Brasil.

Agora segue o vídeo que a Rosi mandou junto com a resposta:

___________________________________________________________________________________________________________________________

Exibições: 41

Comentar

Você precisa ser um membro de HIP HOP MULHER para adicionar comentários!

Entrar em HIP HOP MULHER

Comentário de isabela Oliveira em 3 abril 2009 às 17:46
Eu entendo muito Rosi, eu sou professora e vivêncio constantemente, as nossas crianças negras sempre se enxergam como subalterna, isto vem ao longo da nossa história e eu vc todos nós temos o dever de mudar está história é o nosso compromisso
Comentário de Tiely Queen em 3 abril 2009 às 13:29
QUERO VER O VÍDEO COM CRIANÇAS BRANCAS, ORIENTAIS, INDÍGENAS.......E NÃO SÓ COM AS PRÓPRIAS CRIANÇAS NEGRAS....POIS COM ESSAS JÁ SABEMOS A RESPOSTA "AUTOMÁTICA", A SOCIEDADE ESTRAGA A MENTE HUMANA. E AS CRIANÇAS SÃO AS PRIMEIRAS PORTAS DE ENTRADA.
Comentário de juliana borges em 3 abril 2009 às 13:23
Eu entendo a indagação inicial de Rosí, mas este vídeo foi feito não para mostrar que crianças negras são racistas e as brancas não. É um teste para mostrar os efeitos do racismo na psiqué das crianças negras americanas. Faz parte de pesquisa de como uma sociedade europeizada influencia as crianças negras para terem auto-estima desde bem pequeninas.
O texto de Rosí está ótimo mesmo. Só acho que a intenção dos pesquisadores do vídeo produzido é outra.
Comentário de aliado preto em 3 abril 2009 às 13:20
Otimo Trabalho Que Essa mulher faz parabens rosi nao so ela como todas porem quanto ao conteudo muitos precisam ler essa informação ,Muitos Não Mais Sim Todos!mais uma vez parabens (INFORMACAO RARA)
Comentário de Marcia IzzO em 3 abril 2009 às 11:54
É sempre muito bom ler comentarios como o da Rosi, letras de musicas como a Falsa Abolição das meninas do Tarja Preta, pois nós precisamos realmente mudar este conceito de coitados e etc....Precisamos pegar os exemplos que funcionam e dialogar pelos motivos reais a que estamos expostos....Parabens pela resposta Rosi......

© 2019   Criado por Tiely Queen.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço